A diferença entre desenho industrial e design

Não é incomum que as pessoas confundam, ou não compreendam bem, o que significam os termos design ou desenho industrial. Como em português não existe uma palavra para diferenciar design de desenho, como acontece no espanhol (diseño e diburro), o nome desenho industrial foi a solução encontrada para tentar resolver o problema.

Imagem: Car Design Blog

Porém, desde a década de 90 o termo desenho industrial vem caindo em desuso e sendo substituído por design. O professor Júlio van der Linden, do Departamento de Design e Expressão Gráfica Universidade Federal do Rio Grande do Sul, acredita que ainda existe muita confusão no uso dessa terminologia.

– Esse processo de substituição não está completo, diversos cursos mantêm o seu nome original e as classificações na CAPES e no CNPq ainda conservam o nome Desenho Industrial – afirma o professor.

O termo design tem uso tão diversificado, tanto no Brasil quanto em outros países, que acaba por intensificar ainda mais a confusão. Cada vez se torna mais complicado associar o termo a uma profissão ou a um conjunto específico de conhecimento.

– Atualmente, o design, como modo de pensar e intervir na realidade, ultrapassa os limites classicamente delimitados para as profissões – conclui van der Linden.

Por enquanto seguimos então com a nomenclatura Desenho Industrial como terminologia oficial dos órgãos de apoio ao ensino e a pesquisa, enquanto os profissionais cada vez mais adotam o termo design, mesmo este representando algo muito maior.

2 comentários sobre “A diferença entre desenho industrial e design

  1. di-BURRO acredito que seja o tradutor que você usou para traduzir o espanhol, porque a palavra é DIBUJO 🙂 E fora disso uma pena e vergonha que o português esteja tão empobrecido e contaminado com palavras em inglês que revelam outro absurdo que acontece: o uso de regras de pronuncia inglesa para aquelas palavras.. ou seja convivem dois idiomas em um só, porque o português administrado por sua ridícula academia das letras não consegue acompanhar a rapidez da evolução da linguagem… afinal a lingua brasilensis é uma bagunça total, sintoma de um problema muito maior.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s